Poderemos considerar os/as floristas como uma arte?

Porque é que ser florista é ser um artista?

O trabalho de florista é cada vez mais um trabalho artístico. Um trabalho que deverá ter em consideração inúmeras variáveis, quando está a ser feito por exemplo: um bouquet de flores ou um centro de mesa.

São pessoas que normalmente têm um talento natural para os trabalhos manuais e, conseguem imaginar e, visualizar o trabalho que vão efectuar muito antes.

Mas a questão que se coloca é se o talento apenas chega para se ser um excelente profissional?

A resposta é simples e rápida: Não!

este especialista em arte floral,  actualmente tal como muitas outras profissões necessita de estar constantemente a aprender a evoluir. Uma procura incessante da perfeição.

O/a Florista é um/a artista:

Actualmente ser um florista profissionalflorista de topo, florista de excelência, exige além do talento, outras coisas tão ou mais importantes:

  • Aprender com os melhores e tentar ser melhor do que eles
  • Busca constante de novas técnicas
  • Conhecimento e aplicação das novas tendências
  • Procura periódica de novas/inovadoras formas de fazer as coisas
  • Orientação para os objectivos e compromisso
  • Surpreender positivamente as expectativas de cada cliente

Arte Floral

A arte floral procura ser o elemento perfeito e o equilibrio que naturalmente as flores oferecem, aos espaços, às pessoas, às coisas. A arte floral tem como objectivo, adaptar-se ao local, ao acontecimento, à cultura, à tendência de cada momento, de cada necessidade.

Fazer desta arte um elemento diferenciado, único, marcante, capaz de deixar registos visuais na nossa memória, é isto que a arte floral procura.

Encontrar o/a nosso/a Florista

O/a nosso/a florista, poderemos compara-lo ao/a nosso/a médico/a, porque é alguém que tem de nos conhecer, perceber o momento, o nossos momento, perceber o que necessitamos, o que queremos. Alguém que nos ajuda a melhorar, interiormente e exteriormente o nosso bem estar, o nosso dia.

Related Articles

0 Comment